ACESSE

Aumento para ministros: o STF mostra quem manda neste país

Telegram

Em entrevista a O Globo, Raul Velloso explica o absurdo do aumento para os ministros do Supremo aprovado pelo STF:

“Essa proposta vai na contramão do momento, em que se tenta conter os reajustes dos servidores e demais gastos públicos. O déficit público está elevado (a meta para 2019 é de déficit de R$ 139 bilhões). Um aumento desse tipo tem efeito cascata, porque não se limita ao Judiciário. O salário dos ministros do STF serve de parâmetro para o teto constitucional (dos servidores). Então, pode haver aumentos de salários em outros poderes.”

E afirmou que o aumento provavelmente será aprovado pelos parlamentares porque “quem manda neste país são as grandes corporações de servidores públicos”.

A mais poderosa é as dos servidores togados.

 

 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 103 comentários