Ausência no aniversário de Janot

Telegram

Rodrigo Janot comemorou 61 anos hoje, no seu último dia de trabalho na Procuradoria-Geral da República. Ele reuniu procuradores e funcionários no auditório da PGR para a despedida.

Mas houve uma ausência notável, segundo O Globo.

Não, não foi Gilmar Mendes. Nem Michel Temer. Raquel Dodge, que comandará a PGR a partir desta segunda-feira, não apareceu.

Comentários

  • Fabrício -

    Ela está correta! Não deve se misturar com o cara que em nome da lei declarou a "impunidade" dos Batistas, só retrocedendo porque viu que a coisa viraria para seu lado. Depois, quem garante que foi convidada? A nova PGR não deve se vincular a nenhum grupo político, mantendo-se distante de Temer e seus asseclas e de Janot e seus esquerdinhas do coração (Lulla, Diillma, Renan, PT, PC do B e outras porcarias). Só assim conseguirá prosseguir com o verdadeiro combate à corrupção.

  • wanderlei -

    Deve ser cumpincha do cafajeste que ocupa a presidência e que escolheu-a para o cargo. Pelo jeito vamos ver muita sujeira ir para debaixo do tapete. O janot não deixará saudades mas o que vem pela proa deve ser muito pior.

  • Oxente -

    Tremendamente deselegante, da parte dela. Afinal, ainda terá que conviver com ele enquanto estiver na ativa e na PGR.

Ler 59 comentários