Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Aziz diz que Bolsonaro pode "chamar Temer para fazer nota de desculpas por causa de Barros"

O presidente da CPI ironizou a relação entre o depoente desta terça-feira, Marcos Tolentino, e o líder do governo na Câmara
Aziz diz que Bolsonaro pode “chamar Temer para fazer nota de desculpas por causa de Barros”
Foto: Pedro França/Agência Senado

Os senadores da CPI da Covid voltaram a mencionar as ligações entre o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros, e advogado Marcos Tolentino, apontado como sócio oculto da FIB Bank, que presta depoimento nesta terça-feira (14) à comissão.

A empresa foi fiadora do contrato entre a Precisa Medicamentos e o Ministério da Saúde para a compra da Covaxin. Segundo membros da CPI, a FIB Bank ofereceu uma garantia fria no acordo.

Tolentino disse ter uma relação de amizade com Barros. O presidente da comissão, Omar Aziz, ironizou.

Só espero que o presidente Bolsonaro não chame o Temer para fazer uma nota para pedir desculpas por causa do Ricardo Barros. Vai acabar fazendo, vai acabar fazendo.”

Na semana passada, Jair Bolsonaro recuou dos ataques que fez a Alexandre de Moraes em 7 de Setembro por meio de uma carta escrita por Michel Temer.

“O surpreendente de tudo isso é como o líder do governo está aceitando essa proposta do governo de dar um calote nos precatórios”, comentou Renan Calheiros.

Mais notícias
TOPO