Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Aziz sugere que depoente use gravador para não se cansar de repetir que ficará em silêncio

A recusa de Danilo Trento, da Precisa Medicamentos, a responder boa parte dos questionamentos irritou os senadores da CPI da Covid
Aziz sugere que depoente use gravador para não se cansar de repetir que ficará em silêncio
Foto: Pedro França/Agência Senado

O silêncio do diretor da Precisa Medicamentos Danilo Trento diante de boa parte dos questionamentos do relator, Renan Calheiros, tem irritado os senadores da CPI da Covid.

Ontem, o ministro do STF Luís Roberto Barroso concedeu um habeas corpus ao depoente garantindo que ele não precisasse responder perguntas que pudesse incriminá-lo.

Segundo os senadores, no entanto, o empresário está se recusando a responder a questionamentos básicos.

O presidente da CPI, Omar Aziz, ironizou: Tem um gravador para que ele não se canse [de responder que manterá o silêncio]?”

Em um outro momento, Aziz perguntou se Trento participou da morte de Getúlio Vargas, em 1954. O depoente, com algum estranhamento, respondeu que não.

“Então, eu vou entender que em todas as vezes que ele não responder significa ‘sim'”, disse Omar, ironicamente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO