Balanço: 728 presos por crimes eleitorais

O Ministério da Segurança Pública informou que, de sexta (5) até as 17h deste domingo (7), foram presas 728 pessoas em decorrência de crimes eleitorais, registra o G1.

Segundo o ministro Raul Jungmann, os crimes mais comuns foram boca de urna, compra de votos, desobediência civil, propaganda irregular e transporte irregular de eleitores.

Há chances de vitória de Bolsonaro no primeiro turno. Saiba mais AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. E como fica os votos roubados de Bolsonaro ontem Muitas pessoas relatando que não conseguiram votar no 17 isso é FATO isso é FRAUDE Nos calaremos? Nao vamos exigir do TSE? Preparem o PT vai tomaro

Ler mais 2 comentários
  1. E como fica os votos roubados de Bolsonaro ontem Muitas pessoas relatando que não conseguiram votar no 17 isso é FATO isso é FRAUDE Nos calaremos? Nao vamos exigir do TSE? Preparem o PT vai tomaro

  2. A campanha do fantoche Haddad foi um show de mentiras, com farta distribuição de santinhos com Lula candidato. Além de ser comandada, com o nosso dinheiro, da cadeia. BASTA, PT! Não tomará o pode