Banca de advocacia monta ‘dream team’ de compliance

Além de ter contratado Leandro Daiello, ex-diretor da Polícia Federal, o escritório Warde Advogados absorveu em seus quadros o ex-ministro da CGU Valdir Simão.

E agora está de olho no ex-procurador-geral do Banco Central Isaac Sidney, que cumpre quarentena depois de ter deixado a equipe de Ilan Goldfajn.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Demora muito ainda, a “compliance Banânis”. Salvam-se poucos, na esfera empresarial , dos que não gostam de mamar nas tetas do governo , quiçá efetivar medidas preventivas de corrupção particular .

Ler mais 6 comentários
  1. Demora muito ainda, a “compliance Banânis”. Salvam-se poucos, na esfera empresarial , dos que não gostam de mamar nas tetas do governo , quiçá efetivar medidas preventivas de corrupção particular .

  2. Poder Judiciário + a OAB, com uma série de advogados LOBISTAS são a maior máfia desse país!
    Esse negócio do sujeito ser da iniciativa privada, ir para o setor público e depois voltar à iniciativa privada com todo o MAPA DA MINA desenhado, é uma VERGONHA! Isso tem que acabar no Brasil!

  3. Propagandenando bancas, Antagonista ?
    O último dream tema de complienace deu no que deu.
    Explodiu com a obra prima da delação JBS.
    Aliás, o que um delegado de polícia tem com compliance corporativa ? …
    Tudo ? …
    Noooooossa. Caso de pouliça mesmo. Preventivo ou já no pau de arara ?

  4. Compliance já
    A partir do momento que administradores paguem com seu próprio patrimônio os desmandos cometidos nas prefeituras, ministérios, fundos de pensao, empresas estatais ou INSS, entre outros, vao comecar a ser cuidadosos.