A bancada de Bolsonaro

Jair Bolsonaro vai se reunir com os partidos nesta semana.

É um teste decisivo para a sua “nova fórmula” de governo, que cumpre uma promessa de campanha e rejeita o “toma lá, dá cá”.

A Folha de S. Paulo conversou com dirigentes de todos os maiores partidos.

“Além do PSL”, diz a reportagem, “apenas DEM e PTB discutem uma adesão formal à base aliada do próximo governo”.

MDB, PSD, PRB, PSDB e Podemos “afirmam que estarão fora da base aliada, mas reconhecem afinidades entre suas bancadas e a pauta apresentada por Bolsonaro até agora”.

Juntos, esses oito partidos somam apenas 229 deputados.

Para demolir a velha fórmula petista de compra e venda de votos com dinheiro de propina, Jair Bolsonaro terá de contar com o apoio da sociedade.

Comentários

  • Giusti -

    O único toma lá dá cá q aceitaremos é d Bolsonaro com a sociedade. Ele faz o q prometeu e nós apoiaremos até as medidas amargas p salvar a economia.

  • Jackson -

    O problema do APOIO da SOCIEDADE é que quando a reforma da previdência tiver que ser aprovada, o povo acha que vai melhorar, e não vai no fundo, vai corrigir rombos passados, mas teremos que pagar.

  • Amapaense -

    Se continuar o toma lá dá cá, vai todo mundo preso uma hora ou outra!

Ler 45 comentários