Bancada evangélica muda discurso sobre veto de Bolsonaro

Bancada evangélica muda discurso sobre veto de Bolsonaro

Os deputados da bancada evangélica chegam aos poucos ao Planalto para um almoço com Jair Bolsonaro.

Sóstenes Cavalcante (DEM) foi um dos primeiros a chegar.

Na semana passada, o deputado disse que o veto ao perdão às igrejas seria um “absurdo” e chegou a comparar Bolsonaro a Pilatos.

Agora, o discurso mudou: “A nossa relação sempre foi muito boa e vai continuar sempre, apesar de não termos nos comunicado antes.”

O Antagonista perguntou ao deputado se o veto não afetou a relação com o presidente.

“A relação às vezes fica boa, às vezes fica ruim. É normal. Não entendemos as motivações ainda, mas vamos conversar e vai ficar tudo certo.”

 

Leia mais: Bolsopetismo pró-impunidade: bolsonaristas e petistas juntos contra a proposta de prisão de condenados em segunda instância
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 10 comentários
TOPO