Banco do Brasil, Caixa e Casa da Moeda não serão privatizados, diz Bolsonaro

Jair Bolsonaro afirmou há pouco que não permite a privatização do Banco do Brasil, da Caixa e da Casa da Moeda.

Em live, o presidente defendeu que o veto às três estatais não é uma “interferência”.

“Banco do Brasil e Caixa Econômica, no meu governo, não se cogita sua privatização. Assim como queriam privatizar a Casa da Moeda. O pessoal fala em interferir, mas eu exerci um direito meu. Não é interferência, é direito meu (…). Eu acho que o que a Casa da Moeda faz tem que ser algo como questão de segurança nacional. Passaporte, emissão de dinheiro, moedas, entre tantos coisas lá.”

E acrescentou:

“No meu governo, só estes três. O restante… Não é fácil, qualquer privatização é demorada. Não justifica a grande mídia falar que eu estou segurando, tem muita coisa que dá prejuízo e você tem de privatizar. Até mesmo se você entregar de graça para alguém é vantajoso.”

Leia mais: Bolsopetismo pró-impunidade: a aliança para enterrar a proposta de prisão após condenação em segunda instância
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 66 comentários
TOPO