A barganha de Lula no STF

O Antagonista, quatro meses atrás, disse que a soltura de Lula não tinha maioria no STF e que só lhe restava barganhar uma prisão domiciliar.

É o que ele está fazendo agora. E é preciso impedi-lo.

Releia aqui:

O que Lula pode esperar agora?

Rosa Weber e Dias Toffoli, como disse Andréia Sadi, se recusam a acompanhar uma eventual questão de ordem de Marco Aurélio Mello para retomar a discussão sobre a prisão dos condenados em segunda instância.

O máximo que o chefe da ORCRIM pode obter na Segunda Turma do STF é a prisão domiciliar, mas apenas depois de passar pelo STJ.

Mais lidas
  1. Assessor de Mourão procura Congresso: "É bom estarmos preparados"

  2. Governo estima que mortes por Covid cheguem a 2 mil por dia

  3. AGÊNCIA DA ALEMANHA RECOMENDA QUE VACINA DA ASTRAZENECA NÃO SEJA USADA EM MAIORES DE 65 ANOS

  4. Defesa: leite condensado tem "potencial energético"

  5. "Mega epidemia daqui a 60 dias"

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 49 comentários
TOPO