Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Barroso: "Ameaças à realização das eleições são uma conduta antidemocrática"

Presidente do TSE faz discurso mais contundente até o momento contra Jair Bolsonaro; para ministro, "há coisas erradas acontecendo no país"
Barroso: “Ameaças à realização das eleições são uma conduta antidemocrática”
Foto: Carlos Moura/SCO/STF

Luís Roberto Barroso disse hoje que “ameaças à realização das eleições é uma conduta antidemocrática”. A fala faz parte do discurso de abertura dos trabalhos do Tribunal Eleitoral Superior no segundo semestre.

A declaração é a mais forte do presidente do TSE contra Jair Bolsonaro desde que o chefe da República começou seus ataques contra o ministro e a Justiça Eleitoral. Antes, Barroso afirmou que “populismo, extremismo e autoritarismo” são “extremamente perigosos”.

Agora, o presidente do TSE afirmou que, assim como ameaçar à realização das eleições é um ato antidemocrático, “suprimir direitos fundamentais, incluindo os de natureza ambiental, é uma conduta antidemocrática; conspurcar o debate público com desinformação, mentiras e teorias conspiratórias é uma conduta antidemocrática”.

Barroso disse ainda em seu discurso que os ganhos vistos hoje na democracia brasileira são fruto da Constituição de 1988, que ajudou a manter a estabilidade social, monetária e inclusão social.

“Nós já superamos os ciclos do atraso institucional, mas há retardatários que gostariam de voltar ao passado”, disse Barroso em nítida referência a Bolsonaro, complementando ainda que “há coisas erradas acontecendo” no Brasil e que “nós todos precisamos estar atentos”.

Ataques de Bolsonaro

As falas de Barroso são respostas aos ataques de Jair Bolsonaro. Hoje, o presidente da República voltou a criticar o Tribunal Superior Eleitoral e Barroso, em conversa com apoiadores no cercadinho do Palácio do Planalto.

“Sem eleições limpas e democráticas, não tem eleições de verdade. Tem uma farsa. Tem algo que pode se chamar de tudo, não de eleições. O Barroso deveria estar do lado do povo brasileiro. Quem ele pensa que é para dizer que a vontade dele vale para o Brasil? Ele é o dono da verdade? Quem o senhor Barroso pensa que é?”, disse Bolsonaro.

Mais notícias
TOPO