Barroso: "Denúncia descreve esquema duradouro de corrupção"

Ao enviar para a primeira instância da Justiça a denúncia contra Michel Temer pelo decreto que beneficiou a Rodrimar, Luís Roberto Barroso resumiu de forma clara as acusações.

“A denúncia, como já exposto, descreve detalhadamente o funcionamento de um esquema duradouro de corrupção que se teria formado em torno do ex-Presidente da República, Michel Temer. Em suma, o denunciado teria se valido largamente de seus cargos públicos, ao longo de mais de 20 anos, para conceder benefícios indevidos a empresas do setor portuário, em troca de um fluxo constante de pagamento de propinas.”

“Segundo a peça acusatória, o sistema de corrupção do tipo “conta corrente” – isto é, em que os pagamentos eram realizados com habitualidade, tanto como retribuição às vantagens já obtidas como para estimular a concessão de novos favores – era operacionalizado principalmente por meio de contratos fictícios de prestação de serviços com empresas de fachada, controladas por Michel Temer e João Baptista Lima Filho.”

Comentários

  • Joseluiz -

    Marcelaaaa, a primeira preferência é minha, viu?...

  • CésarB -

    Assim como fez o governo libanês mandando um colchão para melhor as condições do detento Carlos Ghosn, ele fará o mesmo para o Temerluf...!!!

  • Beth -

    nenhuma novidade, né?

Ler 45 comentários