Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Barroso diz que Bolsonaro age de forma "covarde" e envergonha o Brasil

Segundo o ministro do Supremo, o presidente tenta destruir as instituições para esconder seu fracasso moral, econômico e social
Barroso diz que Bolsonaro age de forma “covarde” e envergonha o Brasil
Reprodução: TSE/Youtube

O presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, afirmou há pouco que Jair Bolsonaro tenta encobrir o fracasso econômico e social do Brasil destruindo as instituições.

Em discurso de abertura da sessão do tribunal nesta quinta-feira, o ministro comentou os discursos do presidente em 7 de Setembro.

Segundo Barroso, Bolsonaro age de forma covarde.

“O presidente da Câmara afirmou que após a votação da proposta o assunto estaria encerrado. Cumpriu a palavra. O presidente do Senado afirmou que após a votação da proposta o assunto estaria encerrado. Cumpriu a palavra. O presidente da República afirmou que após a votação da proposta o assunto estaria encerrado. Não cumpriu a palavra. É uma covardia atacar a Justiça Eleitoral por falta de coragem de atacar o Congresso.”

O presidente do TSE disse que a postura de Bolsonaro envergonha o Brasil.

A falta de compostura nos envergonha perante o mundo. A marca ‘Brasil’ sofre, neste momento, uma desvalorização global. Não é só o real que está desvalorizando. Somos vítimas de chacota e de desprezo mundial. Um desprestígio maior do que a inflação, do que a alta do dólar, do que a queda da bolsa, do que o número de mortos pela pandemia. Pior, a falta de compostura nos diminui diante de nós mesmos. Não podemos permitir a destruição das instituições para encobrir o fracasso econômico, social e moral que estamos vivendo.”

O ministro garantiu que um presidente eleito assumirá em 2023.

“Com a benção de Deus — de Deus de verdade, do amor, do bem, do respeito ao próximo — um presidente democraticamente eleito pelo voto popular tomará posse em primeiro de janeiro de 2023.”

Leia também:

Barroso é o pior adversário que Bolsonaro poderia ter.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO