Barroso: “Estamos começando a desintoxicação”

Em palestra a juízes, procuradores e estudantes de direito na Harvard Law School, o ministro Luís Roberto Barroso disse o seguinte, há pouco:

“O país precisa de vocês; vocês são depositários da capacidade do Judiciário de mudar hábitos enraizados no Brasil.”

Barroso voltou a defender uma reforma política capaz de reduzir o custo das campanhas e aumentar a representatividade do Congresso.

“Hoje, a corrupção tem uma primeira causa: matemática.”

Para ele, o Brasil está em meio a uma mudança de paradigmas.

“Estamos começando a desintoxicação.”

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. LULA NUNCA MAIS!!!!! '' disse:

    Na verdade tem que ser desinfecção ou extirpar esse tumor maligno.

Ler comentários
  1. Pedro Otto disse:

    gostei deste post sobre Barrosoo https://www.linkedin.com/pulse/segunda-instancia-segundo-teoria-da-decis%C3%A3o-eugenio-caner/

  2. Barroso Monstro Genocida disse:

    Barroso, prostituta de George Soros, escravo da NOM, está Bilionário de tanto dinheiro sujo. Tem cadeira cativa no inferno, onde passará sua eternidade. VAI CONVICTO!

  3. Vivandeira Alvoroçada disse:

    DESINTOXICAÇÃO ÉTICA TEM QUE PASSAR PRIMEIRO PELA DESINTOXICAÇÃO IDEOLÓGICA DAS CORTES BRASILEIRAS, E ESTAMOS MUITO LONGE DISSO!

  4. Matemática? disse:

    Seria o cálculo que o corrupto faz da probabilidade de ser pego, da punição recebida, em comparação ao benefício alcançado?

  5. Gilberto Mendes disse:

    Os CORRUPTOS saqueiam todos os ANOS mais de R$ 400 bilhões dos COFRES PÚBLICOS, crime GRAVÍSSIMO que deveria ser PUNIDO com a pena MÁXIMA, 30 anos, e nesse sentido visto que já é sabido de todos, seguida da CASSAÇÃO imediata do REGISTRO do partido envolvido. Para isso acontecer precisamos de um JUDICIÁRIO de fato, tal qual mostrou Sergio Moro, ele com a LAVA JATO desnudou tudo, inclusive um JUDICIÁRIO falido.

  6. Pedro Lins disse:

    O Brasil precisa de um forte purgante, a fim de expelir o Gilmar Mendes!

  7. antas disse:

    esse bolivariano quer somente legislar,é o pior e mais perigoso ministro do stf

  8. INFESTAÇÃO SOCIALISTA NO STF disse:

    É preciso nos desintoxicar do socialismo também.

  9. Mário disse:

    A primeira faze de quaquer desentoxicação e a reação crítica chamada abstinência. Esta é a faze atual do Lulopetismo. Por isso vemos tantos Aloprados PTralhoprados Qquer semelhança com the walking... Não é mera coincidência.

  10. He-Man disse:

    A desintoxicação é livrar do Comunismo. Remédio Bolsomitol - Um pouco amargo, mas funciona. É Tiro e Queda do Comunismo!

  11. Hélio disse:

    Por aumento de representatividade, entende-se (gays, negros, mulheres, indios, militantes de causa, progressistas, representantes de ONG's, et caterva), nada contra esses extratos, mas, desde que sejam eleitos para estar no Congresso. As palavras do Barrosão não têm o verdadeiro sentido que eles expressam. Representatividade para o ilustre ministro, é mera tábula rasa para "progressismo". Quem não o conheça, que o compre! Quem era a platéia? Militantes?

    1. Ele disse Representatividade no sentido de brasileiros comuns se tornarem políticos, tanto que ele enfatizou o custo alto de campanha que só tornam possível políticos ricos se perpetuarem no poder eternamente

    2. Hitler perto de você é uma criancinha boba.

  12. Renato disse:

    Pelo judiciário nos tornaremos espíritas, devotos de exus e pretos-velhos... Avacalhados!

  13. Fernando Costa da Silva disse:

    Parabéns Barroso, os brasileiros querem a purificação do STF, você é um dos poucos que seriam preservados.

  14. Edvaldo Nunes disse:

    Barroso da um ótimo combate a corrupção mas continua esquerdando... Progressivamente... Kkkkkkkkkkkk

  15. franesco Cianfarani disse:

    Mentiroso, é mais um se dizendo que lutou contra a revolução, só se foi no jardim de infância!!!!!!!!!

  16. Jaci Capistrano disse:

    Barroso nem precisava ter citado Gramsci para saber com o que estamos lidando.