Barroso estava no voo com Lewandowski

Luís Roberto Barroso estava no voo da Gol em que Ricardo Lewandowski foi abordado pelo advogado Cristiano de Acioli – que disse sentir “vergonha do STF”.

Segundo o próprio Acioli, Barroso não se manifestou sobre a iniciativa de Lewandowski de chamar a Polícia Federal.

Ele não soube dizer tampouco se o ministro – cujas críticas a colegas da Corte são conhecidas – bateu palmas com outros passageiros quando questionados pelo advogado se também sentem vergonha.

O "velho Brasil" contra-ataca a Lava Jato e Sergio Moro. Entenda AQUI

VÍDEO – “Não sou um presidiário tentando dar uma entrevista”

Comentários

  • JOSÉ -

    Pelo jeito, vieram juntos mas não são amigos. Bom que haja alguma diferença.

  • Beto -

    O Barroso pelo menos não dá decisões imorais como as dos corruptos gilmar, lewabola, etc... Ele, Carmem Lúcia, Fux e Fachini são os únicos que honram a Toga. O resto: DEVASSA econômica e cadeia

  • Sonia/SP -

    VERGONHA o brasileiro sente desses membros do stf, que virou hoje um antro de conluios e negociatas!

Ler 80 comentários