ACESSE

Barroso vota por mudar indulto de Temer: 1x0

Telegram

No voto sobre o infame indulto de Temer no STF, Luís Roberto Barroso manteve regras que fixou em março, em decisão liminar: excluiu do perdão multas e condenações por corrupção, peculato, lavagem, organização criminosa e outros crimes de colarinho branco.

Propôs ainda o restabelecimento das regras praticadas antes de 2017: o preso só pode ser perdoado se cumprir no mínimo 1/3 da pena, e não 1/5, como decretado no ano passado.

Por último, fixou que o perdão só vale para quem foi condenado a até 8 anos de prisão, substituindo regra de Temer que concedia o perdão para condenados por qualquer pena.

Depois do voto, a sessão foi interrompida para intervalo de 30 minutos. O julgamento volta com o voto de Alexandre de Moraes.

O Senado mandou uma "continha" extra de R$ 6 bi para você pagar. Quem vai defender VOCÊ?

Comentários

  • Leopoldo -

    Este julgamento vai mostrar para todo o Brasil, quem dentro do STF é sério e defende o Brasil. Não é o caso de ideologia. Quem apoiar o indulto proposto vai mostrar que está do lado dos bandidos.

  • Kalá -

    Não estou gostando do jeitão do careca de moraes ...

  • Kalá -

    O que esse careca alexandre de moraes está dizendo ... ?

Ler 19 comentários