Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Barroso: "Voto impresso não é contenção adequada para o golpismo"

Ministro faz duras críticas a Jair Bolsonaro e afirma que existem "narrativas fundadas na mentira e em teorias conspiratórias" para destruir a democracia
Barroso: “Voto impresso não é contenção adequada para o golpismo”
Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

Luís Roberto Barroso disse há pouco, durante sessão do Tribunal Superior Eleitoral, que “voto impresso não é contenção adequada para o golpismo”.

Essa é mais uma das duras críticas que o presidente do TSE faz a Jair Bolsonaro, que tem usado o discurso em prol da conferência impressa de votação para colocar o sistema eleitoral brasileiro em xeque.

Barroso também citou o caso dos EUA, em que após seguidos ataques de Donald Trump ao sistema eleitoral, houve a invasão do Capitólio, realizada em 6 de janeiro deste ano.

“Nos EUA, por exemplo, insuflados pelo presidente derrotado, 50% dos republicanos acham que a inequívoca vitória do presidente Biden foi fraudada […] Essas narrativas fundadas na mentira e em teorias conspiratórias destinam-se precisamente a pavimentar o caminho da quebra da legalidade constitucional.”

Ataques de Bolsonaro

As falas de Barroso são respostas aos ataques de Jair Bolsonaro. Hoje, o presidente da República voltou a criticar o Tribunal Superior Eleitoral e Barroso, em conversa com apoiadores no cercadinho do Palácio do Planalto.

“Sem eleições limpas e democráticas, não tem eleições de verdade. Tem uma farsa. Tem algo que pode se chamar de tudo, não de eleições. O Barroso deveria estar do lado do povo brasileiro. Quem ele pensa que é para dizer que a vontade dele vale para o Brasil? Ele é o dono da verdade? Quem o senhor Barroso pensa que é?”, disse Bolsonaro.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO