Batata a 500 reais

O terceiro dia do protesto de caminhoneiros em rodovias federais já começou a afetar o abastecimento de alimentos no Rio de Janeiro, assim como os preços dos produtos, registra o G1.

“Waldir de Lemos, presidente da Associação Comercial dos Produtores e Usuários da Ceasa-RJ (central de abastecimento) de Irajá, na Zona Norte do Rio, explicou que o saco de 50 kg de batata, vendido geralmente a R$ 50, chegou a ser vendido nesta quarta-feira (23) por R$ 500. Ele prevê problemas caso não haja uma solução até a quinta-feira (24).”

Outros produtos também sofreram alta nos preços, de acordo com o jornal.

“O preço da cenoura (caixa 18 Kg), que custava na média de R$ 36 na semana passada, aumentou para R$ 60, com uma variação de 66%.

O morango (caixa 1,2 Kg), que custava na média de R$12, aumentou para R$18.”

Comentários

  • Marcelo -

    Dane-se a batata e a cenoura... Só como picanha friboi! Pega fogo cabaré!!!

  • Carlos -

    está faltando força ao Temer. Dilma mandou descer a guasca neles, todos esqueceram e ficou por isso mesmo. Caminhoneiros pararam o Chile e ajudaram a derrubar o Allende. Este tinha pulso de geleia, além de ser um socialista sem noção. Deu no que deu. Ninguém gosta do Temer, nem eu, mas presidente de pulso fraco é um convite ao caos e baderna.

  • Freud -

    Oportunismo cretino

Ler 66 comentários