Batochio recorre a Moro

Apesar de todas as evidências que sustentam a prisão preventiva de Antonio Palocci, o advogado José Roberto Batochio ainda tenta convencer Sérgio Moro a não acolher o pedido da PF.

Na petição, ele alega que a lei eleitoral veda qualquer prisão que não seja em flagrante. A dúvida é saber se Moro vai interpretar a preventiva como nova prisão ou apenas mudança do regime.

Faça o primeiro comentário