Bezerra pode deixar liderança do governo Bolsonaro no Senado

Bezerra pode deixar liderança do governo Bolsonaro no Senado
Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

O Antagonista apurou que Fernando Bezerra Coelho pode deixar a liderança do governo Bolsonaro no Senado. Ele não gostou da forma como o Palácio do Planalto lidou — e está lidando — com a sucessão de Davi Alcolumbre.

Nos bastidores, Bezerra tem dito que não quer ser encarado como uma “rainha da Inglaterra”. Jair Bolsonaro foi quem deu a benção para Rodrigo Pacheco (DEM) ser o candidato oficial do governo. As articulações, que envolveram o presidente da República e o ministro Luiz Eduardo Ramos, foram feitas diretamente com Davi Alcolumbre.

O MDB acabou lançando Simone Tebet (MDB), embora tenha dois líderes do governo Bolsonaro, o que provocou atritos da relação com o Planalto. Eduardo Gomes, líder do governo no Congresso, inclusive, tenta se cacifar para ser o primeiro-vice-presidente do Senado, em se confirmando a vitória de Pacheco, que, em tese, já teria os 41 votos suficientes para suceder o padrinho Alcolumbre.

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO