Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bia Kicis adverte deputados de oposição que chamam Bolsonaro de genocida

Bia Kicis adverte deputados de oposição que chamam Bolsonaro de genocida
Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

A presidente da CCJ da Câmara, Bia Kicis (PSL-SP), advertiu deputados de oposição que chamam Jair Bolsonaro de “genocida” por causa das ações diante da pandemia de Covid-19.

Durante sessão da CCJ, Kicis disse que parlamentares não podem se referir de forma “injuriosa” a membros do poder Legislativo ou autoridades.

Eu considero que chamar o presidente Bolsonaro de genocida é uma calúnia e eu estou advertindo.  O regimento impõe que o parlamentar se atenha ao tema de debate, eu não tenho feito esse tipo de rigor, tenho deixado a palavra (…) mas não é regimental.”

A advertência aconteceu depois que Kicis interrompeu a fala do deputado Paulo Teixeira (PT-SP). A presidente da CCJ voltou a conceder tempo ao petista e pediu que não houvesse injurias ao presidente Bolsonaro.

Teixeira lembrou que o país tem 300 mil mortos pela Covid -19, citou o atraso com a compra de vacinas, voltou a chamar o presidente de “genocida” e criticou a condução de Bia Kicis à frente do colegiado.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO