Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Biden chama militares mortos em Cabul de heróis e diz que terroristas 'vão pagar'

'Não vamos esquecer, não vamos perdoar', diz presidente dos EUA horas após ataque que matou ao menos 70 no Afeganistão, incluindo 12 militares americanos
Biden chama militares mortos em Cabul de heróis e diz que terroristas vão pagar
Reprodução/Casa Branca/YouTube

Em discurso na Casa Branca nesta quinta (26), horas depois do ataque terrorista que matou pelo menos 70 pessoas no Afeganistão, incluindo 12 militares americanos, Joe Biden disse que os terroristas serão “caçados” e irão “pagar” pelo que fizeram.

O presidente dos EUA confirmou que o atentado foi obra do Estado Islâmico-K —grupo inimigo do Talibã, que agora ocupa o poder no país asiático— e disse que os americanos estão “indignados e com o coração partido”.

Biden também afirmou que os militares mortos nas proximidades do aeroporto de Cabul eram “heróis engajados em uma missão altruísta para salvar a vida de outras pessoas”. E disse que pediu opções ao Pentágono para atacar, em retaliação, os alvos do Estado Islâmico-K. “Nós não vamos perdoar, não vamos esquecer. Vamos caçá-los e fazê-los pagar.”

O presidente acrescentou, porém, que os EUA “não vão deixar” o ataque interromper sua missão —ele anunciou a retirada definitiva das tropas americanas do Afeganistão até 31 de agosto. “Nossa missão vai continuar. Vamos retirar os americanos, afegãos e nossos aliados de lá.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO