Bloco anti-Maia aposta no segundo turno

Arthur Lira, líder do PP na Câmara, aguarda nesta semana as decisões do PT, do PCdoB e do PDT sobre formação de bloco para fazer frente à candidatura de Rodrigo Maia.

Sobre a aliança com o MDB, ele diz que “está tudo certo”.

Lira ainda afirmou a O Antagonista que o grupo poderá ter “vários candidatos”.

“Com certeza, vai ter segundo turno.”

Há praticamente um mês, publicamos um pacto feito por pré-candidatos à presidência da Câmara que se comprometeram com apoio mútuo em um eventual segundo turno. Dos que assinaram o documento, apenas João Campos abandonou o barco até agora. Reveja aqui:

Ninguém solta a mão de ninguém

Será que o novo presidente se dobrará à velha política? Entenda aqui

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Paula disse:

    Bloco liderado por Arthur Lira - dos esquerdalhas - querem parar o Brasil. Parar todas as votações. Eles não têm limites preferem destruir o Brasil do que dar certo com o Bolsonaro.

Ler comentários
  1. Eurípedes disse:

    Olhe só aí pessoal, é o bloco da corrupção! Esquindô!

  2. Presidente-XVII disse:

    Maia merece todo o aperto, todas as dificuldades possíveis. Parte do PSL merece esse aperto, pra ver que o apoio foi precoce. Poderiam/podem conseguir as mesmas comissões, apoiando outro.

  3. Alex disse:

    MAIA FAÇA.... Eleições Abertas!!! Isso seguiria direto a favor da vontade do povo, mostra transparência, abre ótimo precedente e garante sua eleição. Voto escondido, tudo pode acontecer.

  4. Nova disse:

    Esquerda e centrão unidos novamente. Antas, vcs tão esquecendo do PSOL!!! Nunca citam eles.

  5. Walter disse:

    Vão precisar repensar a estratégia. Eles precisariam ter mais votos do que o Maia e do que o candidato da esquerda, muito difícil de acontecer com tantas candidaturas.