Bloqueio no mensalão tucano

A Justiça de Minas Gerais decretou a indisponibilidade de 25,6 milhões de reais dos réus do mensalão tucano, informa o Estadão.

O juiz Adriano de Mesquita Carneiro abriu ação civil pública contra Marcos Valério, condenado a 39 anos de prisão no mensalão do PT, o ex-senador Clésio Andrade e outros oito investigados.

A acusação contra Eduardo Azeredo foi rejeitada.

Faça o primeiro comentário