BNDES: Conselho de Administração de Lambanças

As lambanças no BNDES tem o seu retrato fiel na composição do Conselho de Administração do banco: Joaquim Levy, Nelson Barbosa, Aldo Rebelo, Mauro Vieira, José Eduardo Cardozo, Vagner de Freitas, Luciano Coutinho, dois secretários-executivos de ministérios e representantes dos empregado.

Como notou Lauro Jardim, da Veja.como, não há ninguém da iniciativa privada, pela primeira vez em quatro décadas.

O Antagonista acha especialmente embasbacante que Aldo Rebelo, José Eduardo Cardozo e Vagner de Freitas, o presidente da CUT que ameaçou pegar em armas, façam parte do Conselho de Administração do BNDES.

Vagner Freitas, aliás, é presidente de uma Central de Pixulecos, como já dissemos no post que reproduzimos a seguir:

“A Lava Jato já sabe que a CUT recebeu pixulecos por meio de gráficas de fachada e órgãos de mídia sindical. O MPF também sabe que o nome de Freitas aparece no golpe de R$ 100 milhões contra a Bancoop para financiar campanhas do PT. Freitas dirigiu a cooperativa dos bancários entre 2005 e 2009. Freitas elegeu como seu sucessor João Vaccari Neto numa assembleia forjada. Freitas, como conselheiro fiscal, aprovou as contas fraudadas de Vaccari.”