Boa sorte, Temer

O Estadão publica a observação de Gilmar Mendes de que não há precedente no TSE “para separar membros de uma mesma chapa eleitoral em ação de cassação do mandato”. O jornal diz ainda que “A estratégia deve ser usada pelo vice-presidente Michel Temer em ação que pode impugnar a candidatura da coligação que o elegeu ao lado da presidente Dilma Rousseff”.

O Antagonista já havia noticiado que Michel Temer havia sido desaconselhado por juristas a seguir por esse caminho.

Boa sorte, Temer.