Bode expiatório

Bode expiatório
Foto: Adriano Machado/Crusoé

“Tudo indica que o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, será escolhido para bode expiatório da crise sanitária que o país passou a viver a partir do Amazonas, onde pessoas morreram por falta de oxigênio”, diz Merval Pereira.

“O PGR Augusto Aras mais uma vez tira o presidente Bolsonaro da linha de tiro, colocando Pazuello como o responsável direto pelo descalabro na atuação contra a Covid-19”.

Leia mais: Enquanto dezenas de países do mundo já iniciaram a vacinação contra a Covid-19, o Brasil patina entre duas vacinas.
Mais notícias
TOPO