Boi ou bode?

Boi ou bode?
Foto: Reprodução/redes sociais

Para esfriar o impeachment, Jair Bolsonaro tem de sacrificar Eduardo Pazuello, transformando-o em boi de piranha ou bode expiatório.

Uma frase, porém, o condena.

Quando Jair Bolsonaro suspendeu a compra da Coronavac, Eduardo Pazuello declarou, provocando uma gargalhada de contentamento de seu chefe: “um manda, o outro obedece”.

Reveja o vídeo (aqui). A abjeta subalternidade do general incrimina o presidente.

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
TOPO