Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonarismo não emplaca nas eleições municipais

Bolsonarismo não emplaca nas eleições municipais
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Como previsto, Jair Bolsonaro não conseguiu repetir o bom desempenho de cabo eleitoral nas eleições municipais deste ano. Dos candidatos a prefeituras apoiados pelo presidente, o único a obter bom resultado neste domingo foi o veterano Mão Santa (DEM), reeleito em Parnaíba (PI).

Outros dois candidatos disputarão segundo turno: Marcelo Crivella contra Eduardo Paes no Rio e Capitão Wagner contra Sarto em Fortaleza.

Os demais ‘bolsonaristas’ sofreram derrotas acachapantes.

Celso Russomanno (Republicanos) manteve a sina de derrotas em São Paulo com um distante quarto lugar. Bruno Engler (PRTB) levou uma surra do prefeito Kalil, reeleito em primeiro turno com 63,37%.

Também acabaram no fim da fila Coronel Menezes (Patriota) em Manaus; Delegada Patrícia (Podemos) em Recife; e Júlia Zanatta (PL) em Criciúma (SC).

Em Sobral, o candidato bolsonarista Oscar Rodrigues (MDB) obteve votação expressiva (40,77%), mas Ivo Gomes (PDT) manteve o domínio familiar com 59,23%. Em Cabo Frio, Dr Serginho (Republicanos) também conseguiu boa votação (33,77%), mas José Bonifácio (PDT) liquidou a fatura com 44,75%.

Em Santos, com 90% das urnas apuradas, o candidato bolsonarista Sartori ostentava 18,33%, percentual insuficiente para levar a disputa ao segundo turno contra o tucano Rogério Santos, com 51,12% dos votos.

Como mostramos há pouco, Bolsonaro também não conseguiu eleger Coronel Fernanda (Patriota) nas eleições suplementares para o Senado no Mato Grosso.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO