Bolsonarista fica fora de lista tríplice para chefia do MP-RJ

Bolsonarista fica fora de lista tríplice para chefia do MP-RJ
Foto: Reprodução, Facebook

O candidato preferido da família Bolsonaro, Marcelo Rocha Monteiro, ficou de fora da lista tríplice para chefiar o Ministério Público do Rio na eleição realizada hoje, registra a Folha.

Com isso, ele não pode ser escolhido pelo governador interino Cláudio Castro para o cargo de procurador-geral de Justiça: a Constituição obriga Castro a optar por um dos nomes da lista, diferentemente do que ocorre na PGR, cujo atual chefe, Augusto Aras, foi escolhido por Jair Bolsonaro fora da lista dos mais votados.

A lista tríplice do MP-RJ é formada pelo promotor Luciano Mattos (o primeiro, com 546 votos), seguido da procuradora Leila Costa (501) e do promotor Virgílio Stavridis (427). Rocha Monteiro ficou em quarto lugar, com 143 votos.

Ao todo, votaram 904 dos 907 membros do MP-RJ que estavam aptos a participar do pleito. Cada um podia escolher até três nomes.

Leia mais: Crusoé traz os bastidores da disputa de João Doria e Luciano Huck para a eleição de 2022
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO