Bolsonarista posta vídeo em que diz imaginar Fachin 'levando uma surra'

Bolsonarista posta vídeo em que diz imaginar Fachin levando uma surra
Foto: Acervo Câmara dos Deputados

O bolsonarista Daniel Silveira —aquele deputado que dá piti quando é barrado em avião e diz que não usa máscara porque fica com dorzinha de cabeça— postou em suas redes sociais um vídeo em que xinga e ataca Edson Fachin e outros ministros do STF.

Silveira é investigado pelo Supremo no inquérito dos atos antidemocráticos, e o pretexto do vídeo foi a “nota de repúdio” de Fachin —com três anos de atraso— ao tuíte do general Eduardo Villas Bôas, então comandante do Exército, em 2018.

“Por várias e várias vezes já te imaginei [Fachin] levando uma surra. Quantas vezes eu imaginei você e todos os integrantes dessa corte aí. Quantas vezes eu imaginei você, na rua, levando uma surra. O que você vai falar? Que eu tô fomentando a violência? Não, só imaginei. Ainda que eu premeditasse, ainda assim não seria crime, você sabe que não seria crime”, diz o bolsonarista no vídeo.

“Qualquer cidadão que conjecturar uma surra bem dada nessa sua cara com um gato morto até ele miar, de preferência após a refeição, não é crime”, acrescentou.

Entre outras gentilezas, Silveira diz ainda que o ministro do STF não tem “colhão” para prender o general Villas Bôas, afirma que Luís Roberto Barroso “gosta do colhão roxo” e acusa Gilmar Mendes de vender sentenças. Também defende a destituição dos 11 ministros do tribunal e a nomeação de novos.

Atualização: No final da noite, Alexandre de Moraes determinou a prisão do parlamentar e a retirada do vídeo (abaixo) do YouTube.

Foto: Reprodução/YouTube
 

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO