ACESSE

Bolsonaristas querem colocar Brastemp na geladeira

Telegram

A Brastemp estava anunciando os seus produtos, via mídia programática, num site bolsonarista que dissemina fake news.

Alertada, a Brastemp retirou os anúncios.

Os bolsonaristas subiram, então, uma hashtag no Twitter dizendo que a Brastemp “apoia o comunismo” e propondo um boicote aos eletrodomésticos produzidos pela marca.

Querem colocar a Brastemp na geladeira.

A Brastemp é uma Brastemp, não um Banco do Brasil, bolsonaristas.

Leia também: Bolsonaro mandou investigar Witzel?

Comentários

Os comentários estão desabilitados