Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaristas de olho no fundo milionário do PSL

De olho no milionário fundo eleitoral, Jair Bolsonaro pavimenta seu retorno ao PSL, diz a Crusoé.

“Os bolsonaristas querem retomar os postos de comando na sigla para voltar a usufruir das benesses do fundo partidário. Quando estava no comando do PSL do Rio de Janeiro, o senador Flávio Bolsonaro empregou ou contratou aliados, entre eles o advogado Victor Granado Alves, que recebeu 500 mil reais do PSL, enquanto também prestou serviços – os mais variados possíveis – a Flávio. Victor é investigado no inquérito que apura suposto vazamento de informações da investigação do caso Queiroz. Valdenice de Oliveira, a Val Meliga, irmã de milicianos e ex-assessora de Flávio, foi tesoureira e chegou ao posto de presidente do diretório municipal do PSL na cidade do Rio. Parentes dela também receberam dinheiro de campanhas do PSL em 2018.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO