Bolsonaristas tentam pôr Doria na mira do MPF

Bolsonaristas tentam pôr Doria na mira do MPF
Foto: Governo do Estado de São Paulo/Flickr

Desde que São Paulo passou a adotar distanciamento social para tentar frear a disseminação do coronavírus, em 2020, João Doria começou a ser alvo de uma série de investidas judiciais feitas por apoiadores de Jair Bolsonaro.

Na mais recente delas, um bolsonarista acusou o governador tucano de ter feito um “acordo ilegal da vacina da China já em 2019” —antes do início da pandemia.

Embora o denunciante não tenha apresentado nenhum indício de prova, o MPF-SP abriu um procedimento investigatório criminal —e o caso foi parar no STJ, com uma equipe chefiada pela sub-PGR bolsonarista Lindôra Araújo.

LEIA AQUI a reportagem de Fabio Leite na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO