Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaristas usam método de Trump, diz PF

Em pedido ao TSE para que sejam suspensos pagamentos de redes sociais a canais que propagam fake news, polícia compara estratégia à de Steve Bannon nos EUA
Bolsonaristas usam método de Trump, diz PF
Gage Skidmore/Wikimedia

Em documento enviado ao TSE, a Polícia Federal afirma que a rede de apoiadores de Jair Bolsonaro envolvida na difusão de desinformação sobre as urnas eletrônicas se vale de uma estratégia de comunicação usada nas eleições de 2016 nos EUA, informa o Painel da Folha.

O método é creditado a Steve Bannon, ex-estrategista de Donald Trump, que na semana passada apresentou Eduardo Bolsonaro em um evento republicano.

Bannon foi conselheiro da consultoria Cambridge Analytica, envolvida no escândalo do uso de dados de usuários do Facebook na campanha eleitoral, e comandava o site Breitbart News, conhecido por disseminar desinformação.

O mesmo modelo, de acordo com a PF, teria sido empregado ainda nas eleições de 2018, quando Bolsonaro foi eleito.

Nele, segundo a polícia, múltiplos canais na internet procuram eliminar a figura dos intermediários formadores de opinião, desqualificar posições contrárias e atacar “veículos tradicionais de difusão de informação (jornais, rádio, TV etc.)”.

O objetivo seria chegar ao público de forma “direta, horizontal, ao dissipar a distinção entre o que é informação e o que é opinião”.

O documento enviado ao TSE é um pedido da PF para que sejam suspensos os pagamentos das redes sociais a canais que propagam fake news.

Segundo a polícia, duas investigações que miram o presidente e seus apoiadores —a das fake news e a de organização criminosa oriunda do inquérito do atos antidemocráticos— apontam para idealizadores, produtores, difusores e financiadores de conteúdo utilizado para espalhar desinformação nos moldes vistos nos EUA, para angariar “vantagens político-partidárias e/ou financeiras”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO