ACESSE

Bolsonaro a caminhoneiros: 'Se tiver arma de fogo, é para usar'

Telegram

Acompanhe nossas notícias também pelo Google Notícias.

Acesse nossa página no serviço de notícias do Google e clique em SEGUIR ou no ícone

No seu almoço com caminhoneiros hoje em Anápolis, Jair Bolsonaro incentivou os presentes a darem entrada no pedido de porte de arma de fogo, relata a Folha.

O presidente ouviu relatos dos caminhoneiros sobre falta de infraestrutura nas estradas do país, o que, segundo eles, traduz-se por falta de policiamento e vias esburacadas.

“Quanto mais arma, mais segurança. Se tiver arma de fogo, é para usar”, respondeu Bolsonaro.

“No decreto [das armas], eu acabei com comprovar a efetiva necessidade. Por enquanto está um pouco caro aí, mas a gente vai diminuir isso aí. Mas já abriu as portas, dá entrada. Tem um tempo de dois ou três meses que eu botei no decreto para conceder o porte”, acrescentou o presidente.

Ana Paula Henkel lembra à oposição: "A eleição acabou". SAIBA TUDO

Comentários

  • Teresa -

    To falando que na sexta ele se esmera, é dia de cachorro louco, o cara piora muito na sexta. Essa fala é um desastre. Imagine o cara que toma ribite com uma arma. JB está cada dia pior, irresponsável.

  • Lucia -

    Esse incentivo ao uso de armas é exagerado! Por que essa obsessão? O país já é violento, o brasileiro tem sangue quente, essa estorinha de povo pacífico não procede. As estatísticas são alarmantes.

  • marcelo -

    Que político tem moral para sentar e almoçar com caminhoneiro e não ser apedrejado ? O Mito tem !

Ler 88 comentários