Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro: "A gente vê menos a cor vermelha e muito mais as cores verde e amarela"

Em comício pago com dinheiro público em cidade que deu muitos votos a Arthur Lira, presidente relembrou manifestações de 7 de Setembro
Bolsonaro: “A gente vê menos a cor vermelha e muito mais as cores verde e amarela”
Reprodução/Planalto/YouTube

O presidente Bolsonaro disse nesta terça (28) enxergar cada vez menos o vermelho no Brasil.

“Cada vez mais, pelas andanças que faço no Brasil, a gente vê menos a cor vermelha e muito mais as cores verde e amarela”, disse o presidente, em comício pago com dinheiro público em Teotônio Vilela (AL), para celebrar 1000 dias de sua administração.

“A nossa liberdade, a liberdade de expressão, que tem um projeto que está no Congresso Nacional, que trata deste assunto, é a garantia que nós viveremos numa liberdade em nosso país”, acrescentou.

“Obviamente, a consciência da população, como bem demonstrado (sic) por ocasião do último 7 de Setembro, onde (sic) o movimento nunca visto em dimensão em nossa pátria, o povo foi clamar por mais liberdade, por garantir a sua liberdade e pela liberdade de expressão”.

Teotônio Vilela foi a 2ª cidade que mais deu votos a Arthur Lira em 2018.

Leia maisCom pedidos de impeachment na gaveta, Lira culpa ICMS pelo preço dos combustíveis

Mais notícias
TOPO