Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro agora fala que não há "caso concreto" de corrupção em seu governo

O presidente ajustou o discurso ao tocar no assunto durante a abertura da Assembleia Geral da ONU. Parece só um detalhe, mas não é
Bolsonaro agora fala que não há “caso concreto” de corrupção em seu governo
Reprodução

Há pouco, em seu discurso na Assembleia Geral da ONU, Jair Bolsonaro disse:

“Estamos há 2 anos e 8 meses sem qualquer caso concreto de corrupção.”

A novidade foi a inclusão do termo “concreto”.

Até então, Bolsonaro dizia que não havia caso de corrupção.

Em 8 de julho, por exemplo, afirmou em entrevista à Rádio Guaíba: “Estamos há dois anos e meio sem corrupção”. No fim daquele mês, em evento no Palácio do Planalto, disse também: “Estamos há dois anos e meio do início do nosso governo sem uma mácula sequer sobre corrupção”.

Bolsonaro poderia falar mais sobre os casos “não concretos” de corrupção.

O deputado Kim Kataguiri (DEM), no Twitter, deu algumas dicas:

“- Pedidos de propina na vacina – Vacina superfaturada – Casos de rachadinha – Tratolão – Irregularidades em contratos de informática.”

Mais notícias
TOPO