Bolsonaro aniquilou candidatura que estava crescendo em Recife

Bolsonaro aniquilou candidatura que estava crescendo em Recife
Foto: Marcos Corrêa/PR

A delegada da Polícia Civil Patrícia Domingos (Podemos) estava indo bem na corrida pela Prefeitura de Recife.

Considerada a principal novidade nas eleições deste ano na capital pernambucana, ela havia recebido o apoio do deputado federal Daniel Coelho (Cidadania) — que acabou desistindo de sua candidatura própria para caminhar com ela — e vinha subindo nas pesquisas, sonhando em chegar a um possível segundo turno com João Campos (PSB).

Bastou o apoio de Jair Bolsonaro para tudo mudar. Na pesquisa do Ibope divulgada ontem, as intenções de voto na delegada caíram de 16% para 12%, deixando-a mais distante da briga pelo segundo lugar.

O Cidadania, após o apoio do presidente, decidiu pular fora. Em nota, Roberto Freire, presidente nacional da legenda, lamentou: “O partido lamenta profundamente que a possibilidade de um projeto alternativo para a capital pernambucana tenha sido tragada pelo atraso”.

Leia mais: Apoie o nosso jornalismo investigativo, analítico e independente.
Mais lidas
  1. Huck 2026?

  2. Médica de Rondônia ri de intubação de pacientes

  3. Mensagens de WhatsApp revelam que militares bolsonaristas perderam a chance de comprar vacinas

  4. Bolsonaro: leite condensado é para 'enfiar no rabo' da imprensa

  5. Neymar pai no 'churrasco de leite condensado'

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 94 comentários
TOPO