Bolsonaro ataca Fachin: “MST agrediu pessoas após decisão dele”

Bolsonaro ataca Fachin: “MST agrediu pessoas após decisão dele”
Foto: Marcos Corrêa/PR

Em sua conversa com os apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, o presidente Jair Bolsonaro também teceu críticas ao trabalho do ministro do Supremo Edson Fachin.

“Na Bahia, houve um conflito. O pessoal do MST começou a destruir casas, bater, dar pancada e mandamos a Força Nacional para lá. O que este ministro Fachin do Supremo Tribunal Federal fez? Atendendo a uma solicitação Rui Costa do PT, mandou a Força Nacional se retirar de lá. O MST voltou para lá agora agredindo as pessoas”, disse o presidente.

Ele ainda prosseguiu: “Esse Fachin foi o mesmo que escreveu que a Polícia Militar do Rio de Janeiro não poderia fazer operações em comunidades. E depois proibiu que helicópteros da política sobrevoassem a região”, afirmou Bolsonaro há pouco.

Durante a conversa com seus correligionários, Bolsonaro fez uma série de ataques ao Supremo Tribunal Federal e afirmou que o Brasil está próximo de um colapso por conta das medidas de restrição impostas por governadores e prefeitos. “Um barril de pólvora que está aí”, disse.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO