ACESSE

Bolsonaro chamou Mourão de "filho da puta" por falso tuíte, relata livro

Telegram

Jair Bolsonaro chamou o vice-presidente Hamilton Mourão de “filho da puta” durante uma conversa por WhatsApp com um amigo, em março do ano passado, relata o livro “Tormenta — O governo Bolsonaro: crises, intrigas e segredos”, da jornalista Thaís Oyama, informa Igor Gadelha na Crusoé.

De acordo o livro, Bolsonaro xingou Mourão após receber de um amigo um tuíte “fake” no qual o vice pedia indicação de um “bom psiquiatra”, “especialista em vício em redes sociais”, para o “filho de um amigo meu”.

Leia:

Bolsonaro tachou Mourão de ‘filho da puta’ por falso tuíte, relata livro

Duas investigações em andamento podem tirar Renan Calheiros da zona de conforto. CONFIRA

Comentários

  • José -

    Como pode ser levada a sério uma jornalista que escreve um livro (não é um artigo, uma matéria) sobre um governo que está apenas em seu primeiro ano.

  • Maria -

    Se o livro dessa jornalista se atém a esse tipo de relato, não é jornalismo, é fofoca de baixo nível. Reproduzir aqui trechos desse livro torna o Antagonista igual. Coisa de gente barraqueira.

  • Paulo -

    Que presidente de merda nos temos! Que homenzinho ordinário e pequeno! Ele so não chama de ftp os canalhas e bandidos de toga que protegem seu filho corrupto e Queiroz.

Ler 125 comentários