ACESSE

Bolsonaro cita estudo sobre cloroquina que ainda vai recrutar pacientes

Telegram

Na entrevista a José Luiz Datena antes de seu pronunciamento desta noite, Jair Bolsonaro disse que o Hospital Albert Einstein deve dar uma “parcial” dos pacientes que estariam sendo tratados lá com cloroquina, “me parece que amanhã ou depois”.

Em nota, o hospital informou que coordena uma pesquisa sobre o medicamento envolvendo cerca de 70 hospitais de todo o Brasil, mas ainda não há previsão de quando ela será concluída, registra o Estadão.

A pesquisa contará com 630 pacientes que apresentam um nível moderado da doença, 440 pacientes graves e 290 de extrema gravidade. “O recrutamento de pacientes começa em breve”, diz a nota do Einstein.

 

Leia também: Mandetta vence uma batalha. Vencerá a guerra?

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 42 comentários