Bolsonaro com Skaf

Jair Bolsonaro se reuniu nesta sexta-feira, em São Paulo, com Paulo Skaf.

O presidente da Fiesp disse no Facebook que teve um “produtivo encontro pensando no futuro do Brasil”.

“O país precisa de uma agenda econômica que o coloque na rota do crescimento e da geração de empregos”, escreveu.

Ainda no primeiro turno, Skaf declarou apoio a Bolsonaro.

Nesta sexta-feira estive com o presidente eleito, Jair Bolsonaro, em São Paulo e tivemos um produtivo encontro pensando…

Posted by Paulo Skaf on Friday, November 23, 2018

Conheça as questões definidoras do futuro governo — e do Brasil AQUI

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. cristina disse:

    Aí é que mora o perigo: eles sempre pensam no futuro do Brasil! A democracia é o sistema que mais produz mentiras em massa...Não que haja alternativas melhores. Mas é.

Ler comentários
  1. pedro disse:

    Bolsonaro estadista, a campanha acabou, para as reformas é preciso apoio!

  2. Arlington disse:

    Isso sim é uma atitude de unificação e pacificação. Se há rolos em operações cada um assuma mas o país não pode parar. Chegamos ao fundo do poço petista.

  3. Curupira disse:

    Todos que um dia compactuaram com a talha de todos os partidos, são suspeitos. Mas, tem que se fazer a política de colaboração, e as rédeas curtas da equipe de Moro e mídias sociais, vão enquad

  4. José disse:

    Os Industriais brasileiros não estão acostumados com concorrência...Querem retirar impostos para aumentar o lucro. Se abrir as importações, irão reclamar...cuidado presidente...não se venda a e

  5. DireitaMassiva disse:

    Tem que chutar esse Skaf da FIESP e colocar um industrial de verdade no comando. Skaf é o industrial sem indústria e... Já entendeu né?

  6. JOTA disse:

    No Brasil não existem industriais, mas sim sugadores de dinheiro público através de subsídios q não trazem nenhum retorno.O dinheiro ganho é aplicado no exterior.

  7. Rejane disse:

    O Skaf não é o que comanda o sitema "S"? É só procurar o senador Ataides de Oliveira (TO) que ele tem uma tonelada de questões a esclarecer...Diz ele que o escândalo seria maior do que o da Pe

  8. Roland disse:

    Skaf é um oportunista e aproveitador: fez campanha antecipada com o dinheiro do SENAI e da FIESP , disfarçado como presidente do SENAI, porém, visando sua candidatura.

  9. Wilson disse:

    Embora eu tenha nojo do Doria, por ter abanbonado a cidade de SP, esse sem vergonha do Skaf apoiou o Marcio Cuba.

  10. Annibal disse:

    Skafajeste não é nada confiável. Apoiou um comunista no segundo turno. Cuidado, Bolsonaro.

  11. Leopoldo disse:

    Certamente se reuniu com o empresário Paulo Skaf e presidente da FIESP e não com o político Paulo Skaf do MDB candidato derrotado em outubro/18.

  12. Luix disse:

    Essa tal agenda econômica nada mais é que pedir cargos no governo. Simples assim

  13. Lucia disse:

    Todos aderindo ao efeito Bolsonaro! O Brasil precisa mesmo de união!

  14. José disse:

    Não será fácil, mas certamente o caminho é bem melhor.

  15. Alex disse:

    VAMOS UNIR O BRASIL...... mas sem sacanagens.

  16. Pantaleão disse:

    O desenvolvimento do SKAF é o protecionismo do mercado. Não se iludam com o caveira.

  17. Presidente-XVII disse:

    Contanto que esse cidadão não vá pedir cargos pra Jair Bolsonaro, ele pode apoiar à vontade.

  18. Maria disse:

    Bolsonaro tem de engolir MUITOS sapos até a diplomação. Mas, vai acabar. Técnica de guerra.

    1. Vai acabar sim. Ele não precisa dessa gente, pois se elegeu sem dever nada a elas. Quem tentar atrapalhar o governo o por este não dar a carne aos leões, ou seja, darcadgos, será exposto.

    2. Não, não vai acabar. Essa gente está aí e é influente. O desafio do Bolsonaro é governar COM essa gente SEM ceder no que se propôs a fazer. Isso chama-se fazer política séria.