Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro compartilha críticas de Federação das Indústrias de MG ao STF

Entidade, que estaria fretando dezenas de ônibus para o 7 de setembro, diz que Judiciário tangencia "cerceamento à liberdade de expressão'
Bolsonaro compartilha críticas de Federação das Indústrias de MG ao STF
Foto: Alan Santos/PR

A Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) divulgou manifesto em que critica decisões do Judiciário que estariam, segundo a entidade, ferindo a liberdade de expressão.  O documento está sendo freneticamente compartilhado por Jair Bolsonaro e seus grupos de WhatsApp.

Nas últimas semanas, assistimos a uma sequência de posicionamentos do Poder Judiciário, que acabam por tangenciar, de forma perigosa, o cerceamento à liberdade de expressão no país”, diz a federação.

Falamos de investigações e da possibilidade de desmonetização de sites e portais de notícias que estão sendo acusados em inquéritos contra as fake news. Em nosso entender, impor sanções sem o devido processo legal, contraditório e ampla defesa é uma precipitação, além de inequívoca afronta à Constituição Federal.”

A Fiemg, presidida por Flávio Roscoe, também pede que a “exacerbação seja revisada”, para “resguardar o Estado Democrático de Direito, em que as liberdades individuais devem ser sagradas e asseguradas permanentemente. Elas são condição para um país prosperar, garantindo segurança jurídica e institucional para investidores e empreendedores”.

Fontes ligadas à organização dos protestos do dia 7 de setembro informaram a O Antagonista que dezenas de ônibus teriam sido fretados pela entidade para transportar manifestantes a Brasília.

Em nota, a entidade, porém negou qualquer participação dos protestos da semana que vem.

“A Federação das Indústrias de Minas Gerais nega veementemente qualquer movimento de apoio ou contrário aos protestos previstos para 7 de setembro. A Fiemg reforça que o manifesto não tem cunho político ou partidário e sim um posicionamento na defesa da liberdade de expressão e da democracia”, informou a entidade.

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....