ACESSE

Bolsonaro conquista redutos lulistas

Telegram

O Globo, em editorial, comentou a estratégia de Jair Bolsonaro para se reeleger, abocanhando com o coronavoucher os redutos de Lula no Nordeste:

“Bolsonaro continua minimizando a tragédia da pandemia, mas percebeu o potencial do auxílio emergencial de R$ 600 mensais para 66 milhões de pessoas, 15% além dos votos que obteve em 2018. Esse eleitorado, principalmente a parcela nordestina, foi cultivado pela propaganda do lulismo durante 13 anos (…).

É um erro recorrente subestimar o tino político de Bolsonaro. Trata-se de um profissional com três décadas de jogo político, que opera com lógica e estratégia, como demonstrou em 2018 (…).

Aproximou-se do Centrão, esteio parlamentar de todos governos desde a redemocratização, e manobra para enterrar as iniciativas anticorrupção. Seu governo ganhou alguma estabilidade, e sua popularidade se recupera. Ao avançar sobre os redutos lulistas, ocupa um espaço eleitoral para o qual seus adversários continuam sem apresentar proposta viável. Faltam 27 meses para a eleição. A fatura política da pandemia e da crise dela decorrente continua em aberto. Mas a estratégia de Bolsonaro está clara. A de seus adversários, nem tanto.”

Leia a reportagem da Crusoé sobre o assunto.

Leia mais: O estrago do plano do PGR sobre a Lava Jato

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 113 comentários