"Bolsonaro corre o risco de, daqui a dois anos, ver o Macri pelo retrovisor"

O líder do Podemos na Câmara, José Nelto, voltou a cobrar de Paulo Guedes medidas para fazer o país voltar a crescer.

“Até agora, o ministro não deu sinalização concreta para depois da aprovação da reforma da Previdência. Cadê a abertura do sistema financeiro e a reforma tributária? Sem isso, o país não vai crescer”, disse ele a O Antagonista.

“A reforma tributária do governo ainda não chegou ao Congresso. E mesmo se chegasse hoje, não seria votada neste ano. Guedes e sua equipe estão batendo cabeça e a questão ainda parece ser a inclusão ou não da CPMF. Quanto ao sistema financeiro, se não houver abertura, seguindo o modelo americano, vamos continuar pagando juros altíssimos e o Brasil segurá sendo o país da agiotagem”, acrescentou.

A PF ESTÁ NA MIRA. SERGIO MORO TAMBÉM. Leia aqui

Nelto afirmou não ter nada pessoal contra Guedes, mas ponderou que o alerta ao presidente Jair Bolsonaro precisa ser feito.

“Bolsonaro tem que tomar muito cuidado. É um alerta que faço. Ele diz que confia 100% no Paulo Guedes, mas corre o risco de, daqui a dois anos, ver o [Maurício] Macri pelo retrovisor. Lá na Argentina, o Macri ficou enrolando, enrolando e olha aí: vai perder a eleição.”

Comentários

  • marianomonkey -

    Congresso Nacional tá devendo muito à sociedade. Temos que cobrar e lembrar na hora de votar.

  • Soares -

    Este congresso não concluiu nem a reforma da previdência e cobra a reforma tributária, arruma outra coisa para fazer e não importune.

  • Mauro -

    Na verdade ele já tá enxergando o Dória e o Ciro na cola dele kkkk. Tomara que tirem esse asno, deixa até o Mourão lá é melhor, o tipo bem atoa

Ler 59 comentários