Bolsonaro critica a “casa da mãe Joana”

Jair Bolsonaro cobrou mais rigor no controle de imigrantes que desejam viver no Brasil. “Não podemos fazer do Brasil a casa da mãe Joana”, afirmou, durante evento em São Paulo.

Bolsonaro citou, como exemplos, os venezuelanos, haitianos e “cubanos legalizados aqui entre aspas, fantasiados de Mais Médicos.” Terminou lembrando da Alemanha, que enfrenta problemas com a forte imigração de africanos e do Oriente Médio.

Faça o primeiro comentário