ACESSE

Bolsonaro critica ‘aparelhamento’ da legislação

Telegram

Jair Bolsonaro criticou neste domingo o uso de indicações políticas para construir apoio ao governo.

“Se fosse um ministro indicado por um partido, um secretário indicado por outro partido, não ia chegar a lugar nenhum porque faltava para eles o compromisso de fazer algo pelo Brasil”, afirmou.

“O aparelhamento no Brasil não é só de gente, é de legislação, que foram amarrando. [Há uma] Quantidade enorme de conselhos. Tem ministério que tem 200 pessoas em um conselho, o que é equivalente a um terço do parlamento. Não tem como você resolver. É muito difícil lutar contra isso.”

"Nem oito, nem oitenta": leia artigo de Ana Paula Henkel sobre o embate entre Bolsonaro e a oposição. Leia mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 47 comentários