Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro critica desmonetização de canais que atacam eleições: "Não é justo"

Em Cuiabá, o presidente disse mais cedo que, apesar de ser provocado "o tempo todo", "não haverá uma ruptura institcuional"
Bolsonaro critica desmonetização de canais que atacam eleições: “Não é justo”
Foto: Isac Nóbrega/PR

Jair Bolsonaro voltou a dizer nesta quinta-feira (19) que não haverá uma ruptura institucional. Mais cedo, durante agenda em Cuiabá, o presidente disse que é provocado “o tempo todo”.

Bolsonaro criticou a decisão do corregedor do TSE, Luis Felipe Salomão, que determinou a suspensão de canais que divulgam informações falsas sobre o processo eleitoral na terça-feira (17).

Da minha parte não haverá ruptura. Sei das consequências internas e externas de uma ruptura. Mas provocam-nos o tempo todo. Não é justo prender quem quer que seja sem o devido processo legal. Não é justo o TSE agora desmonetizar páginas que falam que o voto impresso é necessário, ou que desconfiam do voto eletrônico. Daqui a pouco os TREs vão fazer a mesma coisa.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO