Bolsonaro de olho na bênção dos evangélicos para 2022

Bolsonaro de olho na bênção dos evangélicos para 2022
O presidente Bolsonaro e a primeira-dama Michelle em culto em Manaus, em novembro de 2019. Foto: Marcos Corrêa/PR

Ao recomendar ao Congresso que derrube o próprio veto ao perdão das dívidas das igrejas, o presidente Bolsonaro deu sinal verde para sua base de apoio evangélica, conta Ana Viriato na Crusoé desta semana.

Em almoço com a bancada evangélica na última quarta-feira, o aval do presidente à suspensão do próprio veto foi reiterado. Entre os líderes do segmento, não há mais dúvidas de que o perdão tributário vai se tornar realidade.

Aos poucos, Bolsonaro embala a estratégia para fidelizar o segmento evangélico, que também é alvo do assédio da esquerda petista. Para alcançar o objetivo, Bolsonaro ensaia até mesmo trocar Mourão por um vice evangélico em 2022.

Leia AQUI a reportagem na íntegra, exclusiva na Crusoé.

Leia mais: CENSURA À IMPRENSA: O EXEMPLO QUE VEM DO SUPREMO
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 22 comentários
TOPO